*Não aceita crianças*

Photobucket - Video and Image Hosting

Eu bem que queria sair da fase post-azedo em que me encontro, mas ainda não foi dessa vez…

Procurando hotéis e pousadas para as nossas férias, me deparei com a frase, no fim da descrição de alguns deles: “Não aceita crianças”.

Fiquei perplexa. Como assim, não aceita crianças? Já acho um absurdo não aceitarem animais, porque afinal, pra muita gente, como eu, o cãozinho ou gatinho são membros da família e é muito difícil ter que deixá-los aos cuidados de outra pessoa nas férias…

Por que não aceita crianças? Por medo dos micro delinqüentes destruírem o hotel? Ou será porque os pequenos terroristas vão incomodar os demais hóspedes?

Se o caso é esse, o aviso deveria ser de “não aceita pais que não eduquem seus filhos”. Criança faz barulho? Faz. Criança mexe nas coisas? Mexe. Mas os pais estão ali justamente pra isso, pra colocar limite nas criancinhas. Ou não, dependendo dos pais…

Nem vou entrar no mérito do preconceito. Sim, porque daqui a pouco vai ter placa de “não aceita mulheres sozinhas”, ou “não aceita idosos” (ah, não, essa não vai ter porque tem uma lei que proíbe…). Só fico aqui pensando que tipo de pessoa não gosta de criança (e aqui abro um parênteses: crianças bem educadas e normais)? Pensando bem, não quero dividir o hotel com gente dessa laia…

Numa descrição de pousada, encontrei a seguinte justificativa: “A pousada não aceita crianças, o que ajuda a criar e manter esse ambiente tão especial. Sem dúvida, um dos melhores lugares para ir a dois”.

Outra: “O lugar não aceita crianças por um motivo concreto, ele foi concebido para receber casais. Não qualquer casal. Somente os apaixonados e endinheirados”. (?!)

Mais uma: “O hotel não aceita crianças, para preservar as antiguidades e os objetos de valor da decoração”.

Aí eu me pergunto: se eu estou num hotel “familiar”, com minha filha e lá na piscina tem um casal de namorados que precisa ir pro quarto, eu tenho o direito de reclamar, porque não quero que a minha filha assista um protótipo de filme pornô? (infelizmente eu não sou uma pseudo-feminista-neo-liberal-pra-frentex que apóia a Daniela Cicarelli)

E se dou de cara com um bando de pós adolescentes (que podem ter até mais de 30 anos), que bebem até cair e chegam dando escândalo no hotel, esbarrando em tudo e gargalhando altas horas da madrugada, atrapalhando o sono da ralé familiar?

Então os hotéis “familiares”, aqueles que aceitam a escória infantil, não deveriam ter um aviso: “Não aceita casais no cio e nem pessoas inconvenientes”?

Se você veio daqui, esclarecimentos aqui.

comments